A Paróquia São Luís Maria G. de Montfort , está situada a Rua Dr. Carmelo D' Agostino, 149 - Jardim

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Informações Sobre Batismo


INFORMAÇÕES PARA BATIZADOS


INSCRIÇÕES:
Paróquia São Luis Montfort:                 Toda 4ª feira:                19h30 – 21h30
                                                                    

As inscrições devem ser feitas por PAI ou MÃE portando documentos abaixo.

Documentos necessários:                Certidão de Nascimento ou RG da criança;
(apresentar original ou xerox)       RG e Certidão de Casamento (civil e religioso) dos Pais e Padrinhos;
                                               Endereço e telefones dos Pais e Padrinhos.
                      
Obs:       Os pais devem ser batizados;
                Os padrinhos devem ser batizados, maiores de 16 anos, solteiros ou casados (Canônico 873);
                Os pais e padrinhos devem participar da preparação para o batismo;
Crianças aos 07 (sete) anos ou acima, devem preparar-se na catequese para serem batizadas;

Preparação: Na Paróquia, todo último sábado das 19hs às 22hs (se possível não trazer crianças)

Apresentação: Apresentar o(a) batizando(a) na missa uma semana antes do Batismo

Comunidades: Todos os domingos haverá Batizado, agendar de acordo com o calendário abaixo no plantão com uma semana de antecedência:

Comunidade São Luis Maria Grignion de Montfort      1º Domingo – 07h30
Rua Dr.Carmelo D'agostino, 149 - Jd.Rincão
Comunidade São Francisco de Assis                                2º Domingo – 07h00
Rua Máximo Barbosa, 66 - Jd.Taipas
Comunidade Santo Antonio de Taipas                             3º Domingo – 09h00
Estrada de Taipas, 4070 - Pda de Taipas
Comunidade Nossa Senhora das Graças                         4º Domingo – 11h00
Rua Pétia, 80 - Jd.Donária
Comunidade Santa Clara de Assis                                   4º Domingo – 11h00
Rua Sol da Liberdade, 12 - Jd. Alvina



 “Portanto, vão e façam com que todos os povos se tornem meus discípulos, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e ensinando-os a observar o que ordenei a vocês. Eis que Eu estarei com vocês todos os dias, até o fim do mundo” (Mat 28, 19-20)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Algumas Fotos




 Fernando e Selma (Pastoral do Batismo)
 Crisma 2010
 Pe. Neno


Alguns dados da Paróquia


A Paróquia São Luis  Maria G. de Montfort está situada a Rua Dr. Carmelo D’ Agostino, 149 – Jardim Rincão
Fone:  (11) 3941-1868  Email: paroquiasaoluismontfort@gmail.com
Temos 5 comunidades: Nossa Sra. das Graças, São Francisco, Santa Clara, Santo Antônio e São Luis Montfort, atualmente o nosso pároco é o Pe. Carlos Augusto da Costa e o nosso vigário é o Pe. Genésio de Morais.

Pe. Carlos Augusto da Costa

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

video

História da Paróquia


Rincão do meu Senhor...
Em 1964 o Jardim Rincão era uma grande fazenda que tinha como dono o Seu Prado, ele não morava ali e tomou a decisão de contratar um casal de Corretores para lotear as suas terras e chamar famílias para habitarem a nova região.
Os corretores eram o casal Carlos e Isabel Moradei que saíram da Mooca para morarem em um novo lugar: cheio de pedras, eucaliptos e um córrego que manava água pura e fresca. Isabel era muita devota de São Judas Tadeu, ao qual logo aproveitou para doar uma parte do terreno para a construção dum bonito Cruzeiro, que mais para frente tornaria-se a Paróquia São Luis Maria Grignion de Montfort.
            Começaram a chegar as famílias. Pronto! Já tinha terra, gente e muita devoção... encontro certo para se fazer do lugar um novo bairro, uma nova comunidade. Em Julho de 1966 o Rincão já recebia a visita do Pe. Otávio que vinha do Jaraguá, da paróquia Nossa Senhora da Conceição, pilotando a sua lambreta e celebrava as primeiras missas e reunia os primeiros moradores para juntos rezar.

No ano de 1969 chega o Pe. Humberto, missionário monfortino. Um holandês que encontrou um lugar muito diferente do que era acostumado: um bairro sem luz, água e nem mesmo uma mercearia. As famílias tinham que fazer compras na Parada de Taipas, na loja dos japoneses.
Mas o Jd. Rincão reunia belezas e característias próprias, como os morros cheios de pedras e rochas e a plantação de eucalipto da Família Branco que tomava grande parte da região que hoje é chamada de City Jaraguá. Eram tantos eucaliptos, que as primeiras missas no cruzeiro eram celebradas de baixo de uma tenda improvisada de pau a pique ou na casa da D. Elena, ao qual mais tarde o Pe. Humberto se encantou e fez do Eucalipto o símbolo do Rincão, ressaltando anos depois a decoração da Igreja já construída.
            O nome do Pe. Humberto era: Pe. Humberto Construção! A partir de 1969 o Rincão tornou-se um canteiro de obras: desde a canalização das bicas, a 1ª creche, a quadra e o parquinho, a piscina, a Igreja e o salão e também a construção do Reino de Deus e as novidades da Boa Nova para todas as famílias do bairro.
            A alegria maior do Pe. Holandês eram as crianças. O seu olhar era direcionado com um tom ainda mais acariciado e ele fazia de tudo para caprichar no jeito criativo de cativar e evangelizar a criançada da região: ele fazia animadas gincanas; trazia musicas novas com gestos e danças para serem apresentadas na catequese e nas missas; viajava muito para o interior de São Paulo e alugava ônibus ou levava as crianças de trem para passarem alguns dias de férias nas casas de famílias ou as dividia em seminários e conventos; mesmo longe, o Pe. Construção não se esquecia de separar os doces (pés de moleque e balas) para entregar a todas as crianças após a missa. Reunindo tantas histórias, o que faz do Pe. Humberto um amigo cativante não foi somente o que ele fez, mas também o que ele era: um homem de valores e sensibilizado com a realidade do bairro e com a história de cada família que ali vivia.
            Junto com o seu Deraldino e equipe, o nosso padre ergueu uma grande comunidade no nosso bairro priorizando diversos trabalhos como catequese, teatro, perseverança, a creche e construções. E o bairro do Jd. Rincão a cada dia foi crescendo mais, com a ajuda de muitos moradores e após quarenta anos temos hoje o nosso bairro, a nossa Igreja e a nossa História... recheada de tantos outros momentos felizes e de muita luta que faz de todos nós Peregrinos do Senhor rumo a casa do Pai.